A polêmica do turbante! Missionária africana defende o uso pela menina branca.

 Ainda sobre a questão da “apropriação cultural” , vejam este vídeo fantástico onde a missionária angolana Ruth Catala residente em Curitiba resolveu colocar os “pingos nos is” sobre esta questão, defendendo uma menina branca com cancer  que usava um turbante africano para esconder a queda do cabelo como consequencia da quimioterapia..
Apesar de alguns pontos equivocados sobre Nelson Mandela, o geral é que a moça enquadra o movimento negro de forma contundente. Se é para falar de herança africana, vamos respeitar o “espaço de fala” de uma africana autêntica.
Foi uma surra. Imagino a vergonha que estes extremistas ou mesmo esses que defendem o “politicamente correto” devem estar sentindo agora. O melhor que fariam depois deste vídeo é cavar um buraco e se refugiar ali pelo resto da eternidade. A missionária Ruth Catala não só desmontou a farsa da tese da apropriação cultural, como desmascarou o caráter fascista desse  movimento..
Vejam o video abaixo:

Esta entrada foi publicada em Atualidades, Informativo, Política. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta