Charles Aznavour , 92 anos em turnê mundial : “Eu não vi o tempo passar”

Charles Aznavour, o maior nome vivo da música francesa, segue com sua turnê mundial de despedida dos palcos, turnê esta que já dura mais de uma década. Aos 92 anos de idade o intérprete de “She” , “The Old Fashioned Way” ,”La Boheme” e tantos outros sucesso de sua brilhante e duradoura carreira, volta ao Brasil para dois concertos: em São Paulo, no dia 16, no Espaço das Américas, e no Rio, dia 18, no Vivo Rio. Nos palcos há mais de 70 anos (desde 1946, quando Edith Piaf o viu cantar e resolveu levá-lo como atração extra em suas excursões), Aznavour conheceu boa parte do planeta. E sobre sua turnê diz: – Simplesmente não consigo terminá-la e enquanto tiver saúde, energía e uma nova geração de fãns chegando a cada dia, vou seguir adiante , apenas fazendo de 30 a 40 shows por ano e não mais os 250 como costumava fazer no passado.

De vez em quando, Charles Aznavour se dá conta de que já tem 92 anos. Lembranças, ele tem várias, e gloriosas. Por exemplo: de quando se apresentou pela primeira vez na célebre casa de shows parisiense Alhambra (“que foi o começo de meu sucesso”). Do seu primeiro Carnegie Hall (Nova York), em 1963. Do primeiro Royal Albert Hall (Londres), em 1966 (“e nos anos 1990 me apresentei em Paris por três meses seguidos para um público de mais de 300 mil pessoas”, recorda-se). Mas o que importa para Aznavour é o que vem pela frente.

Abaixo o grande sucesso  “SHE”

 

Grande estrelas internacionais da músicas já cantaram suas composições , entre eles Ray Charles, Elton John, Sting, Bob Dylan, Liza Minelli, Céline Dion, Placido Domingo, Laura Pausini, Tom Jones, Julio Iglesias, Juan Gabriel, Fred Astaire, Sammy Davis, Elvis Costello e muitos outros.

“Yesterday When I Was Young” com suas filhas.

 

Reconhece que o momento é difícil para a música. A internet matou a indústria fonográfica. Todos eles, do iTunes ao Spotify, pagam quantias ridiculamente baixas. E tem todo o download gratuito, que na realidade está nos roubando. Aznavour afirma que o único lugar onde você pode fazer uma vida decente como cantor ou músico hoje em dia é nos shows. Mas agora o mercado está saturado de concertos, porque todos querem fazer shows.

“La Boheme”

 

Sua turne segue ainda pela América Latina, esta ano ainda terá  concertos na Rússia, no Marrocos, na Austrália, no Japão e na Itália.  Coreia do Sul também está na agenda. Anuncia que já tem  dois álbuns prontos para serem gravados.

“For Mama” com Ray Charles.

 

“Que C’est Triste” com Julio Iglesias

 

Grande Charles Aznavour  , exemplo de vida e amor ao que faz com excelencia!

 

 

Esta entrada foi publicada em Atualidades, Informativo, Música. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta