Aprendendo a viver , a cada dia.

Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós em tudo foi tentado, mas sem pecado.  Hebreus 4.15

Que boa notícia este texto bíblico nos apresenta: “temos um sumo sacerdote que pode compadecer-se das nossas fraquezas”.

 

Mas, o que é uma fraqueza? Fraqueza pode ser uma área de impossibilidade humana. Uma limitação pessoal. Um ponto de fragilidade! Avalie: quais são suas fraquezas?

A fraqueza não é pecado por si só, mas pode ser uma porta para o diabo nos induzir ao pecado. Você consegue identificar algumas destas portas em sua vida?

paz

A Bíblia é clara em afirmar que a nossa estrutura é fraca. Jesus mesmo nos advertiu sobre nossa estrutura em Mateus 26.41: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca”.  O nosso espírito está pronto, mas a nossa carne é fraca! Por isso, Jesus afirma que precisamos vigiar e orar. A mensagem é clara: A estrutura humana não é confiável!  

Mas, o que é que Deus faz com nossa estrutura frágil e não confiável? No Salmo 103.13-14 lemos: “Assim como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem. Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó”. Deus se compadece!

Compadecer significa que Ele compreende nossa fragilidade e que sabe como intervir em nossas fraquezas. Compadecer é diferente de aprovar nossas fraquezas. Compadecer está ligado com compreensão. Compreender indica que Ele sabe como as coisas acontecem e como podemos agir corretamente por intermédio Dele! Compreender indica ainda a prontidão divina de nos ajudar a lidar com as nossas fraquezas! Ele compreende tão bem que sabe como intervir nestas fraquezas e nos ajudar. Romanos 8.26 coloca assim o assunto: “Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis”.  O Espírito Santo está inserido em nossa realidade juntamente com o compadecimento divino. Ele nos ajuda nas fraquezas e intercede por nós! Já pensou nisto? O Espírito de Jesus está intercedendo agora por você!

Portanto, precisamos olhar para nossas fraquezas como oportunidades da manifestação da ação divina. Porém, para experimentarmos a intervenção divina, precisamos reconfigurar nossa forma de ver Deus. Precisamos crer que temos um Deus competente que se compadece de nós.

Por que é importante reconfigurar nossa forma de ver Deus? A implicação direta é que ao invés de olhar para a vida a partir das nossas fraquezas, passamos a olhar para a vida a partir da competência divina. A fraqueza sai do nosso foco. A força – a competência divina – assume o centro da nossa atenção. Percebe como isso muda tudo?

Preste atenção: O diabo lutará para você ver Jesus e a vida a partir das suas fraquezas humanas, e não a partir do poder sobrenatural de Jesus. Será que isso não está acontecendo com você? Deus espera que você tire seu foco das fraquezas e os coloque no poder de Jesus!

Veja que o texto bíblico é claro: nosso Grande Sacerdote não é como aqueles que não são capazes de compreender as nossas fraquezas.  Portanto, o texto está nos indicando em primeiro lugar que precisamos aceitar a competência divina de Jesus. Temos que reconfigurar nossa forma de vê-lo. E ao vermos como o todo poderoso, passaremos a interpretar a vida e os acontecimentos da vida com o olhar no grande sacerdote – Jesus. Ele usará o seu competente poder para fazer da nossa fraqueza uma oportunidade para manifestar Sua grande força, e não como porta para o erro humano.

Mude sua perspectiva de viver. Escolha interpretar cada detalhe com os olhos daquele que pode tudo!

 

By : J Vieira.

Esta entrada foi publicada em Devocional, Evangelístico, Motivacional. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta