Billy Graham completa 99 anos: “Sou um espectador das maravilhas de Deus”

Billy Graham completa 99 anos nesta terça-feira (7/11), tendo passado quase 80 pregando o Evangelho. Ele chega perto do centésimo aniversário como um dos homens mais admirados dos Estados Unidos. “Como família, estamos tão agradecidos pelo fato de ele ainda estar conosco”, disse seu sucessor, Franklin Graham. “Sua mente está boa. Ele está tranquilo nesses dias, embora já não consiga ver nem ouvir tão bem… Eu sei que meu pai está grato por todas as orações e felicitações de aniversário que recebe nesta ocasião especial.” Franklin disse que haverá uma comemoração na sede da Associação Evangelística Billy Graham. “Meu pai sempre quer que o foco seja sobre o Senhor Jesus Cristo, e não sobre ele… Acima de tudo, vamos honrar o que Deus fez através dele lembrando os momentos significativos de sua vida em oito décadas de ministério”, disse Franklin.

Quando Billy Graham tinha 15 anos, seu pai e outros evangélicos de sua cidade natal, Charlotte, na Carolina do Norte, reuniram-se na fazenda da família para orar pelo avivamento de sua cidade. Especificamente, pediam que Deus levantasse alguém de Charlotte para espalhar o Evangelho por todo o mundo.

Naquele mesmo ano (1934) Billy Graham viria a aceitar a Jesus Cristo depois de ouvir uma pregação do evangelista itinerante Mordecai Ham. Quase imediatamente ele começou a dizer que seu desejo era “servir a Deus e fazer Sua vontade como ministro do Evangelho”.

Muitas décadas depois, Graham entrou para história como homem que pregou o evangelho em público para mais pessoas. Estima-se que foram quase 215 milhões de ouvintes em 185 países e territórios.

Foto Billy Graham em cruzada em Londres, 1954.

Mesmo depois de se aposentar das cruzadas que o fizeram famoso, a influência de seu ministério continuou impactando milhões através da sua Associação Evangelística que divulga a Palavra através do rádio, da televisão e pela internet. Seus livros foram traduzidos para dezenas de línguas e muitos deles são vendidos até hoje.

“Não sou um grande pregador, e não pretendo ser um grande pregador”, disse ele certa vez. “Eu sou um pregador comum, apenas comunico o evangelho da melhor maneira que consigo”.

Quando foi elogiado durante uma entrevista, anos atrás, Billy Graham disse que nunca gostou dessa atenção toda: “Se alguma coisa foi cumprida através da minha vida, foi apenas o fato de Deus estar nisso. Não fui eu, por isso não posso obter o crédito”.  Em outra ocasião, ressaltou: “Sou apenas um espectador, observando o que Deus está fazendo”.

Cruzada em Londres, maio 1954.

Oficialmente, Billy Graham se aposentou da vida pública, deixando o filho Franklin responsável não só pelo trabalho de evangelismo, mas também por ministérios como a Bolsa do Samaritano, que realiza ação social e atende vítimas de desastres naturais.

FONTE: Charisma News

Esta entrada foi publicada em Atualidades, Evangelístico, Informativo, Motivacional, Saúde. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta