Culto na prefeitura do Rio cria polêmica nas redes sociais

A divulgação de cartazes convidando servidores para culto na sede da Prefeitura do Rio tem causado polêmica nas redes sociais. Tem muito internauta criticando Marcelo Crivella (PRB), mas as reuniões religiosas não foram implementadas pelo prefeito evangélico. Servidora da Secretaria de Fazenda, Glória Silva, de 55 anos, afirma que as cerimônias são celebradas desde a gestão de Cesar Maia (DEM).
“Começamos com orações na escada, de três pessoas, na hora do almoço. Fomos crescendo e o Cesar Maia autorizou que usássemos uma sala. Hoje, se passar de 45 pessoas, podemos ficar no auditório”, contou Glória.
A chegada de um prefeito-bispo gerou certa apreensão nos servidores cristãos.
“Tivemos dúvidas de que ele (Crivella) não fosse permitir para não gerar polêmica por causa da religião. Mas mostramos as assinaturas de autorização dos antigos prefeitos, e ele permitiu que o culto continuasse”, contou Glória, que não vê motivos para tanto alarde. “O estado é laico. O culto é feito por funcionários, assim como tem o grupo dos espíritas e da dança de salão”.
A servidora lembra ainda que representantes do grupo já foram nos gabinetes orar pelos ex-prefeitos, mas Crivella ainda não recebeu essa bênção.
“Ainda não deu tempo”, justificou.
FONTE: Extra

Esta entrada foi publicada em Atualidades, Evangelístico, Política, Uncategorized. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta